ESTRATÉGIAS TERAPÊUTICAS NÃO CONVENCIONAIS DURANTE O TRABALHO DE PARTO: UMA SCOPING REVIEW

  • Rita Ramos Instituto Politécnico de Santarém
  • Tatiana Alexandre Instituto Politécnico de Santarém
  • Olímpia Cruz Instituto Politécnico de Santarém
  • Lurdes Torcato Instituto Politécnico de Santarém
  • Dora Carteiro Instituto Politécnico de Santarém
  • Hélia Dias Instituto Politécnico de Santarém
Palavras-chave: Enfermagem, Terapias Complementares, Trabalho de Parto

Resumo

Existem vários métodos de controlo da dor no trabalho de parto, farmacológicos ou não. As mulheres procuram informação para assumir o controlo do parto, incluindo métodos menos invasivos. Esta pesquisa tem como objetivo identificar estratégias terapêuticas não convencionais utilizadas durante o trabalho de parto para controlo da dor. Fundamentada na metodologia da scoping review, realizou-se análise de um artigo sobre acupuntura e acupressão, extração e síntese dos dados. As evidências deste estudo mostram que o uso destes métodos contribui para a redução dos scores de dor avaliados, do uso de métodos farmacológicos para controlo da dor e do tempo de trabalho de parto. Conclui-se que, com o avanço da ciência, as mulheres referem ter menos autonomia, capacidade de tomada de decisão e menos informação sobre formas facilitadoras do trabalho de parto normal. Daí a importância da aplicabilidade destas técnicas por parte dos enfermeiros que estão em contato com a parturiente.

Publicado
2020-04-12