Information as support for peer supervision in nursing

Cecília Alves, Artur Pacheco

Abstract


Introduction: Quality of care is currently a focus of attention for all health professionals including nurses. Evidence has shown that implementing a supervisory process between peers, promotes the development of professional skills, allowing nurses to provide an appropriate professional and critical-reflexive practice, which in turn, will have positive impact on the quality of nursing care. Resulting from the demographic, technological and scientific changes today information integrates the discourse of health professionals.
Development: It is a fact that information is an essential tool in guiding nursing care and it is important to find out what information will be the basis for nurses’ decision-making. This question also helps to identify of these professionals’ training needs, in order to enhance personal development and professional skills and consequently to improve the quality of nursing care. With this narrative review, we intend to reflect on the relevance of implementing a peer supervision process in nursing, as well as, the support that information provides to identify areas of knowledge that need to be addressed with a view to transforming practices.
Conclusions: It is worth noting that the dearth of literature available regarding evidence about the use of information, especially with respect to its support of peer CS in nursing is a limitation in implementing this article. This makes us believe that it is necessary to develop research that combines these two areas.


Keywords


clinical supervision; nursing care, health information; quality of health care; professional competence

Full Text:

PDF

References


Abreu, W. (2002). Supervisão clínica em enfermagem: Pensar as práticas, gerir a formação e promover a qualidade. Revista Sinais Vitais, 45 (11), p. 53-57

Abreu, W. (2007). Formação e aprendizagem em contexto clínico: Fundamentos, teorias e considerações didácticas. Coimbra: Formasau Abreu, W., Barroso, C., Segadães, M. F., & Teixeira, S. (2015). Promotion of self-care in clinical practice: Implications of clinical supervision in nursing. International Journal of Information and Education Technology, 5(1), 6-9: doi: 10.7763/IJIET.2015.V5.466

Alarcão, I. (1996). Formação reflexiva de professores: Estratégias de supervisão. Porto: Porto Editora, Lda.

Alarcão, I. & Canha, B. (2013). Supervisão e colaboração: Uma relação para o desenvolvimento. Porto: Porto Editora, Lda.

Brunero, S. & Stein-Parbury, J. (2008). The effectiveness of clinical supervision in nursing: An evidenced based literature review. Australian Journal of Advanced Nursing, 25 (3), p.86-94

Chilvers, R. & Ramsey, S. (2009). Implementing a clinical supervision programme for nurses in a hospice setting. International Journal of Palliative Nursing, 15(12), p. 615-619

Cunha, A. (2008). Supervisão das práticas clínicas: O caso particular da utilização dos sistemas de informação em enfermagem, (Dissertação de Mestrado), Universidade de Aveiro, Portugal

Cunha, A., Ferreira, J., & Rodrigues, M. (2010). Atitudes dos enfermeiros face ao sistema informatizado de informação em enfermagem. Revista de Enfermagem Referência, 3(1), 7-16

Cunha, G., Eiras, M., & Teixeira, N. (2011). Bioestatística e qualidade na saúde. Lisboa: Lidel

Direção Geral da Saúde (2012). Plano nacional de saúde 2012-2016. Índice Geral e Cadernos do PNS. Direção Geral da Saúde (DGS) Web site. Acedido Abril 25, 2015, Retirado em: WWW:

Fradique, M., & Mendes, L. (2013). Efeitos da liderança na melhoria da qualidade dos cuidados de enfermagem. Revista de Enfermagem Referência, 3(10), 45-53

Garrido, A. (2004). A supervisão clínica e a qualidade de vida dos enfermeiros. (Tese de Doutoramento), Universidade de Aveiro

Garrido, A., Simões, J., & Pires, R (2008). Supervisão clínica em enfermagem: Perspectivas práticas. Aveiro: Universidade de Aveiro, Portugal

Henriques, C., & Oliveira, N. (2011). Supervisão clínica: Que estratégias? Medwav, 11(5), 1-3

Lakeman, R., & Glasgow, C. (2009). Introducing peer-group clinical supervision: An action research project. International Journal of Mental Health Nursing, 18, 204–21

Lyth, G. M. (2000). Clinical supervision: A concept analysis. Journal of Advanced Nursing, 31(3), 722–729. doi: 10.1046/j.1365-2648.2000.01329.x

Jesus, É. H., & Sousa, P. F. (2011). Sistemas de informação e profissionais de saúde - Visão dos enfermeiros. In D. Pereira, & J. C. Nascimento, Sistemas de informação na saúde: Perspetivas e desafios em Portugal (p. 225-242). Lisboa: Edições Sílabo

Ordem dos Enfermeiros (2001). Padrões de qualidade dos cuidados de enfermagem: Enquadramento conceptual: Enunciados descritivos. Lisboa: Ordem dos Enfermeiros. Retirado em: http://www.ordemenfermeiros.pt/publicacoes/Documents/divulgar%20%20padroes%20de%20qualidade%20dos%20cuidados.pdf

Ordem dos Enfermeiros (2009). Entrevista à Enf.ª Lucília Nunes, Presidente do Conselho de Enfermagem da OE. Revista da Ordem dos Enfermeiros: Modelo de Desenvolvimento Profissional: pela segurança dos cuidados, 32, 4-12

Pereira, F. (2009). Informação e qualidade: Do exercício profissional dos enfermeiros. Coimbra: Formasau

Pires, R., Morais, E., Santos, M. R., Koch, M. C., Sardo, M. D., Machado, P. P. (2004). Supervisão clínica de alunos de enfermagem. Revista Sinais Vitais, 54, 15-17

Rocha, A. C. (2014). Supervisão clínica em enfermagem para a segurança e qualidade dos cuidados: Perspetiva dos supervisionados. (Dissertação de Mestrado), Escola Superior de Enfermagem do Porto, Portugal

Serrano, M. T. P., Costa, A., & Costa, N. (2011). Cuidar da enfermagem: Como desenvolver a(s) competência(s). Revista de Enfermagem Referência, 3 (3), p. 15-23

Sloan, G. (1999). Understanding clinical supervision from a nursing perspective. British Journal of Nursing, 8, p. 524-528

Silva, R., Pires, R., & Vilela, C. (2011). Supervisão de estudantes de enfermagem em ensino clínico – Revisão sistemática da literatura. Revista de Enfermagem Referência, 3(3), 113-122

Teixeira, M. J., Soares, T., Ferreira, A., & Pinto, J. (2012). Os contributos dos sistemas de apoio à tomada de decisão para a prática de enfermagem. Journal of Health Informatics, 4(2), 59-63

Walley, P., & Gowland, B. (2004). Completing the circle: from PD to PDSA. International Journal of Health Care Quality Assurance, 17(6), 349-358. Doi: http://dx.doi.org/10.1108/09526860410557606

Walker, J. (2009). Examining the benefits of professional clinical supervision. Kai Tiaki Nursing New Zealand, 15(5), 12-14


Refbacks

  • There are currently no refbacks.


Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution 4.0 International License.