Comportamentos táticos no jogo de Futsal: Os Princípios do Jogo

Luís Bravo, Maria Teresa Oliveira

Abstract


É objetivo do presente artigo caracterizar o jogo de
Futsal no escalão de Infantis Masculinos do Desporto Escolar,
tendo em conta os princípios de jogo ofensivo e defensivo,
assim como a localização e o resultado das ações ofensivas e
defensivas.
Foram avaliados 48 jogadores de Futsal. Os
jogadores executaram 1452 ações táticas, sendo 714 ações
táticas ofensivas e 738 ações táticas defensivas.
O instrumento utilizado no estudo foi uma adaptação
do teste “GR3-3GR”, que permite avaliar as ações táticas
desempenhadas por cada um dos jogadores participantes, de
acordo com dez princípios táticos do jogo, a localização da
ação no campo de jogo e o resultado da ação. Para a análise
dos dados foi utilizado o software SPSS for Windows. Para
aferir a fiabilidade intra-avaliador recorreu-se ao teste de
Kappa de Cohen.
Os resultados na comparação da posição dos
jogadores no terreno de jogo demonstram que, em situação
ofensiva, os defesas efetuam mais ações associadas aos
princípios “Unidade Ofensiva” e “Espaço”, enquanto que os
avançados efetuam mais ações associadas aos princípios de
“Cobertura Ofensiva”, “Penetração” e “Mobilidade”. Em
situação defensiva, os defesas efetuam mais ações associadas
aos princípios “Concentração”, “Cobertura Defensiva” e
“Equilíbrio”, enquanto os avançados efetuam mais ações
associadas aos princípios de “Unidade Defensiva” e
“Contenção”.


Full Text:

PDF (Português)

References


• Amaral, R. (2004). A modelação do jogo de futsal: Análise sequencial do 1X1 no processo ofensivo. Dissertação às

provas de mestrado, FCDEF-UP, Porto.

• Castelão, D. (2010). Estudo comparativo do desempenho táctico de jogadores de Futebol do escalão Sub-11 em jogos

reduzidos 3Vs3 e 5Vs5. Dissertação às provas de mestrado, FCDEF-UP, Porto.

• Castelo, J. (1994). Futebol: Modelo Técnico-Táctico do Jogo. Lisboa: Edições F.M.H. da Universidade Técnica de

Lisboa.

• Costa, Garganta, Greco, & Mesquita. (2009). Avaliação do desempenho tático no futebol: concepção e

desenvolvimento da grelha de observação do teste “GR3-3GR”. Revista Mineira de Educação Física, v. 17, n.º 2, pp.

-64.

• Costa, I. (2010). Comportamento tático no Futebol: Contributo para a avaliação do desempenho dos jogadores em

situação de jogo reduzido. Dissertação de Doutoramento apresentada à Faculdade de Desporto da Universidade do

Porto. Disponível em: .

• Costa, I., Garganta, J., Greco, J., Mesquita, I., & Maia, J. (2011). Sistema de avaliação tática no Futebol (FUT-SAT):

Desenvolvimento e validação preliminar, Motricidade, v. 7, Nº 1, pp. 69-84.

• Dias, C. (2009). Análise táctica no Futebol: Estudo exploratório dos comportamentos tácticos desempenhados por

jogadores no campo relvado e no campo pelado. Dissertação às provas de mestrado, FCDEF-UP, Porto.

• Garganta, J. (1998). Analisar o jogo nos jogos desportivos coletivos: Uma preocupação comum ao treinador e ao

investigador. Horizonte XIV (83): 7-14.

• Garganta, J. (2001). A análise da performance nos jogos desportivos. Revisão acerca da análise do jogo. Revista

Portuguesa de Ciências do Desporto, 1 (1): 57-64.

• Garganta, J. (2002). Competências no ensino e treino de jovens futebolistas. Disponível em

.

• Garganta, J., & Pinto, J. (1994). O ensino do futebol. In A. Graça e J. Oliveira (Ed.). O ensino dos jogos Desportivos.

Faculdade de Ciências e de Educação Física da Universidade do Porto.

• Giacomini, D., & Greco, P. (2008). Comparação do conhecimento tático processual em Jogadores de futebol de

diferentes categorias e posições. Revista Portuguesa de Ciências do Desporto, 8 (1): 126-136.

• Greco, P. (1998). Iniciação esportiva Universal: Metodologia da iniciação esportiva na escola e clubes. Belo

Horizonte: UFMG.

• Grego, P. (2006). Conhecimento técnico-táctico: o modelo pendular do comportamento a das acções tácticas nos

desportos colectivos. In Revista Brasileira de Psicologia do Esporte e do Exercício. V.0: 107-129.

• Griffin, L.; Mitchell, S. & Oslin, J. (1997). Teaching sport concepts and skills: a tactical games approach. Champaign,

IL: Human Kinetics.

• Helsen, W. & Pauwels, J. (1987).The use of a Simulator in Evaluation and Training of Tactical Skills. In: Soccer.

Instituut voor Lichamelijke Opleiding, K. U. Leuven, Tervuursevest 101, 3030 Heverlee, Belgium:13-17.

• Jones, S. & Drust, B. (2007). Physiological and technical demands of 4 v 4 and 8v8 games in elite youth soccer players.

Kinesiology, 39 (2): 150-156.

• Katis, A. & Kellis, E. (2009). Effects of small-sided games on physical conditioning and performance in young soccer

player. Journal of Sports Science and Medicine, 8: 374-380.

• Mesquita, I., & Rosado, A. (2009). Pedagogia do Desporto. Universidade Técnica de Lisboa: F.M.H. Cruz Quebrada.

• Muller, E. (2010). Comportamentos tácticos no Futsal: Estudo comparativo referente a escalões de formação e ao

Futebol. Dissertação às provas de mestrado, FCDEF-UP, Porto.

• Oslin, J., Mitchell, S., & Griffin, L. (1998). The Game Performance Assessment Instrument (GPAI): development and

preliminary validation. Journal of Teaching In Physical Education, 17(2): 213-243.

• Queiroz, C. (1983). Para uma teoria de ensino/treino do futebol. Ludens, v. 8, Nº 1: 25-44.

• Souza, C. (2010). Análise do conhecimento táctico no futebol: Estudo em função do estatuto profissional e Análise da

eficácia das sessões de treino sobre o aprendizado de jogadores. Dissertação às provas de mestrado, FCDEF-UP.

• Souza, P. (2002). Validação de teste para avaliar a capacidade de tomada de decisão e o conhecimento declarativo em

situações de ataque no Futsal. Dissertação de Mestrado, Universidade Federal de Minas Gerais. Escola de Educação

Física, Fisioterapia e Terapia Ocupacional. Belo Horizonte.

• Tabachnick, B. & Fidell, L. (2007). Using Multivariate Statistics. (5 ed.). New York: Harper & Row Publishers.

• Teodorescu, L. (1984). Problemas da teoria e metodologia nos jogos desportivos. Lisboa: Livros Horizonte.


Refbacks

  • There are currently no refbacks.