2016 | Artigo do Ano

Em 2016, ​a ​Finisterra criou um pré​mio anual para o melhor artigo publicado na revista, selecionado por uma comissão nomeada pela comissão executiva.

​A​ Finisterra felicita os vencedores do Pr​é​mio Melhor Artigo de 2016.

Os vencedores são determinados por votação. Os manuscritos publicados na Finisterra são avaliados pela clareza da escrita e conteúdo, organização, gráficos, contribuição para o conhecimento, etc.

No dia 21 de fevereiro, após a Conferência Anual de Finisterra (Janice Monk), os membros presentes do ​painel de juízes anunciaram os vencedores.

O Artigo do Ano da Finisterra, destinado a premiar o melhor artigo publicado na revista em 2016, foi atribuído, ex-aequo:

a) Simone Tulumello e Marco Picone, Shopping malls and neoliberal trends in Southern European cities: post-metropolitan challenges for urban planning policy, Finisterra – Revista Portuguesa de Geografia, LI(101): 111-132.

Whilst shopping malls have been explored at length by critical urban studies, there has been little exploration of their role in restructuring the practice of urban and spatial planning. This article uses the shopping mall as an object of study in the light of the neoliberal trends and post-metropolisation in Southern Europe, with the aim of exploring challenges for urban governance and planning practice and with a focus on the role of the ongoing economic crisis. A threefold exploratory framework – the ‘lost-in-time scenario’, the ‘messianic mall model’ and the ‘(im)mature planning explanation’ – is used to make sense of the local versions of shopping mall development in Lisbon (Portugal) and Palermo (Southern Italy). According to findings, we highlight the clash between the multi-scalar nature of shopping malls and the dominance of the municipal scale in regulatory planning frameworks, and the risk that shopping mall development (at least in Southern Europe) may replicate uneven development patterns, reproducing the pre-conditions of the crisis without helping to overcome it.

 

b) Pedro Porfírio Coutinho Guimarães, A eficácia dos projectos especiais de urbanismo comercial. Evidências de Braga, Finisterra – Revista Portuguesa de Geografia, LI(102): 47-64.

Este artigo tem como objectivo analisar o processo de implementação dos programas públicos Procom e Urbcom na cidade de Braga. Estes programas foram concretizados no território através dos designados projectos especiais de urbanismo comercial, mecanismos peculiares no âmbito das intervenções de regeneração urbana das áreas comerciais em Portugal por disponibilizarem fundos integrados para a modernização dos estabelecimentos comerciais, reabilitação do espaço público e animação comercial. Para analisarmos a eficácia de ambos os projectos elaboramos 50 inquéritos a empresários que aderiram aos projectos e quatro entrevistas a stakeholders com conhecimento acerca dos mesmos. Concluímos que o processo de modernização dos estabelecimentos já estava em curso e ia efectuar-se mesmo sem a adesão aos projectos, tal como também já se encontrava a decorrer a reabilitação das ruas do centro da cidade, tendo a contribuição do Procom e Urbcom sido reduzida. As acções promocionais realizadas pela associação comercial foram efémeras e concentradas em poucos eixos comerciais, o que restringiu a sua capacidade de produzir impactos positivos. De forma geral, pelo que foi dito acima e porque não foram capazes de minimizar as ameaças externas, concluímos que ambos os projectos foram ineficazes na regeneração do tradicional centro de comércio da cidade de Braga.

 

O artigo de Anna Ortiz e de Cristóbal Mendoza, Jóvenes doctorandos europeos y latinoamericanos en Barcelona: experiencias migratorias y vivencias en la ciudad, Finisterra – Revista Portuguesa de Geografia, LI(102): 81-101, foi distinguido com uma Menção Honrosa do júri.

La literatura sobre migraciones internacionales ha estudiado sólo parcialmente la migración de estudiantes, que se apunta como uno de los flujos migratorios más relevantes del actual momento de diversidad de patrones migratorios mundiales. Menos exploradas han estado incluso las cotidianidades de este colectivo y su relevancia para entender los patrones de migración futura. Este artículo intenta llenar ese espacio en la literatura y se centra en el análisis de un colectivo de estudiantes extranjeros de doctorado en varias universidades de Barcelona. En particular, analiza sus motivos para emigrar, sus trayectorias laborales y vitales, sus espacios cotidianos, así como sus visiones del futuro. La experiencia de residir en el extranjero se vive como un punto de no retorno en las transiciones de este grupo de jóvenes hacia la vida adulta y la independencia. El artículo explora este proceso complejo de emancipación del hogar familiar en relación con las prácticas y experiencias espaciales cotidianas. En este sentido, la ciudad de Barcelona permite usos variados del espacio público que facilitan cotidianidades y experiencias personales alternativas.

O Júri do Artigo do Ano 2016 foi composto por: Maria João Alcoforado (Presidente) (CEG | IGOT | ULisboa), Maria Helena Esteves (CEG | IGOT | ULisboa), Jorge Malheiros (CEG | IGOT | ULisboa), Paulo Morgado (CEG | IGOT | ULisboa), Joseli Maria Silva (Universidade Estadual de Ponta Grossa) e José Carlos Teixeira (University of British Columbia).