REDES SOCIAIS AO LONGO DA ESTRADA DE FERRO CARAJÁS NA AMAZÔNIA ORIENTAL

  • Jorge Filipe dos Santos Instituto Tecnológico Vale (ITV)
  • Maria Bernadete Maia Instituto Tecnológico Vale
  • Maria Cristina Maneschy Instituto Tecnológico Vale
  • Valente Matlaba Instituto Tecnológico Vale
  • José Aroudo Mota Instituto Tecnológico Vale

Resumo

A Estrada de Ferro Carajás (EFC), de 900km, escoa os minérios do sudeste do Pará ao porto de São Luís, no Maranhão. As comunidades lindeiras têm maus indicadores sociais e carências de políticas públicas. Para conhecer a rede institucional desse território, foi entrevistada uma amostra de 17 líderes de associações comunitárias e instituições parceiras. A rede mostrou-se esparsa, com poucos elos de alta centralidade e reduzidos fluxos de fontes externas até as comunidades locais, limitando sua capacidade de articulação coletiva e de desenvolvimento. Daí, possivelmente, a eclosão de conflitos como forma de expressão. O fortalecimento de uma rede densa e diversa por parte de stakeholders locais poderá transformar o caráter de “redes de resistência” contra impactos adversos, para “redes de colaboração” no desenvolvimento sustentável.

Biografias do Autor

Jorge Filipe dos Santos, Instituto Tecnológico Vale (ITV)
Licenciado e doutorado em Engenharia Geográfica pela Universidade de Coimbra. Docente na Faculdade de Ciências e Tecnologia da mesma universidade entre 1991 e 2011. Atualmente é Pesquisador Associado no Instituto Tecnológico Vale, em Belém do Pará, Brasil.
Maria Bernadete Maia, Instituto Tecnológico Vale
Doutorado em Sociologia pela Universidade Federal de São Carlos, São Paulo, Brasil. Bolsista de pós-doutorado no ITV/CNPq
Maria Cristina Maneschy, Instituto Tecnológico Vale
Doutorada em Sociologia. Pesquisadora Associada no ITV
Valente Matlaba, Instituto Tecnológico Vale
Doutorado em Economia. Pesquisador Assistente no ITV.
José Aroudo Mota, Instituto Tecnológico Vale
Doutorado em Desenvolvimento Sustentável. Pesquisador Titular no ITV.
Publicado
2019-01-18
Secção
Artigos