A nobilitação urbana no Bairro Alto: análise de um processo de recomposição sócio-espacial

  • Luís Mendes

Resumo

O actual fenómeno de nobilitação urbana deve ser contextualizadonas profundas alterações económicas que têm decorrido nos espaços urbanos dos paí-ses ocidentais de capitalismo avançado desde os finais dos anos 60 do século passado. Estas transformações não podem, porém, ser somente compreendidas e analisadas como resultado dos circuitos especulativos de valorização/desvalorização dosolo urbano e dos bens imobiliários nele existentes, assim como de políticas de intervenção urbanística-arquitectónica, mas também das alterações que aquela reestruturação económica desencadeou na estrutura profissional e na textura social da cidade,com o declínio da produção e do emprego industriais e do rápido crescimento dosector terciário qualificado no seu interior. Seleccionando o Bairro Alto como casoilustrativo deste processo de reestruturação urbana na cidade de Lisboa, analisaremos as importantes transformações na sua estrutura demográfica e sociocultural, coma chegada de novos moradores desde o início dos anos 80. A hipótese é a de que areconfiguração de estratégias residenciais de sectores sociais específicos tem conduzido à emergência de novos modelos de apropriação e de vivência do habitat e,por conseguinte, ao aparecimento de novos produtos imobiliários e novos formatosde alojamento no bairro. Estes assumem a forma de enclaves residenciais, o quereforça a fragmentação do espaço urbano.
Secção
Artigos