Estudo de Mercado sobre a Aceitação de um Novo Sabonete de Vinho do Porto

  • Raquel Guiné
  • Natália Ferraz
  • Ana Mesquita
  • Guilherme Gouveia
  • Paulo Almeida

Abstract

O vinho do Porto é um dos principais produtos
Portugueses exportados sendo consumido atualmente em
quase todo o mundo. Este facto deve-se à sua elevada
qualidade e às suas características próprias que fazem dele um
vinho inconfundível e histórico e sem dúvida uma referência
mundial na área da e da enologia. Este trabalho teve como
intuito o desenvolvimento de um produto, neste caso, um
sabonete a partir do vinho do Porto. Para a sua produção
utilizou-se como base glicerina sólida, creme hidratante sem
odor, com o objetivo de conferir propriedades hidratantes, e
essência de sândalo, que vai conferir ao sabonete um odor
agradável e duradouro na pele. Através da análise sensorial
foram comparadas duas amostras com a mesma composição
básica, diferindo apenas porque uma delas continha vinho do
Porto e a outra não. Confirmou-se que os consumidores têm
uma preferência pelo sabonete elaborado a partir do vinho do
Porto.

References

- Alves, I., Rezende, S. O., Neto, O. J. D. O., Drees, C. & Santana, R. (2007). Aplicação do modelo e análise

SWOT no diagnóstico estratégico de uma propriedade rural especializada em recria e engorda de bovinos de

corte. Revista Administra-Ação, 4: 22-39.

- Barboza, L. M. V., Freitas, R. J. S. & Waszczynskyj, N. (2003). Desenvolvimento de produtos e análise

sensorial. Brasil alimentos, 18: 34-35.

- Brito, C. (1996). O Sector do Vinho do Porto numa Perspectiva Interorganizacional. Douro–Estudos &

Documentos, 1(2): 265-271.

- Costa, A. & Dolgner, M. D. R. (2003). Enquadramento legal do enoturismo. Atas do 1º Encontro do

Turismo em Espaço Rurais e Naturais. Coimbra: Escola Superior Agrária de Coimbra.

- Jurica, B. & Worsley, A. (1998) Consumers' attitudes towards imported food products. Food Quality and

Preference, 9(6): 431-441.

- Machado, R. T. M.. (2005). Estratégia e competitividade em organizações agroindustriais. Fundação de

Apoio ao Ensino, Pesquisa e Extensão, Universidade Federal de Lavras, Brasil.

- Pereira, G. M. (2005). O Vinho do Porto: entre o artesanato e a agroindústria. Revista da Faculdade de

Letras: História: 185-192.

- Pires, A. M. (2005). O valor a partir da informação financeira. Um caso particular da “imagem fiel”: o

sector do Vinho do Porto. Tese de Doutoramento em Gestão e Administração de Empresas – especialização

em Contabilidade. Universidad de Valladolid, Espanha.

- Rojo, F. J. G. (1998). Pesquisa: o comportamento do consumidor nos supermercados. Revista de

Administração de Empresas, 38(3): 16-24.

- Simões, O. (2003). A regulação do mercado do vinho em Portugal: uma análise de longo prazo. Atas do V

Colóquio Hispano-Português de Estudos Rurais, Bragança.

- Simões, O. (2008). Enoturismo em Portugal: as rotas de vinho. PASOS. Revista de Turismo y Patrimonio

Cultural. Turismo Gastronómico y Enoturismo. Número Especial, 6(2): 269-279.

- Wright, P., Parnell, J. & Kroll, M. J. (2000) Administração estratégica: conceitos. Atlas: S. Paulo.

Published
2016-02-01
Section
Articles