O Nacionalismo nos séculos XVIII, XIX e XX: o princípio construtivo da modernidade numa perspectiva histórico - filosófica e ideológica. Um caso paradigmático: A Alemanha

  • Alberto Manuel Vara Branco

Abstract

Mais do que um conjunto elaborado de conhecimentos organizados, a História, que é para a comunidade humana o que a memória é para o indivíduo, é um método de investigação do passado, cujo resultado – processo e produto – não é facilmente analisável. O conceito científico História apresenta dois sentidos:

References

• ALTER, Peter – Nationalism. London, Edward Arnold, 1994.

• ARIÈS, P. – A nova história. Lisboa, Edições 70, 1983.

• ARMSTRONG, John A. - Nations before nationalism. London, Chafel Hill, N.C, 1982.

• AUGRAS, Monique – Opinião pública, teoria e pesquisa. 4ª ed. Petrópolis, Editora Vozes, 1980.

• BARRENTO, João – Literatura Alemã. Textos e Contextos (1700-1900). Lisboa, Presença, 1989.

• BENAVENTE, Ana – “Sociologia, formação e mudança.” «Inovação». Lisboa, Instituto Inovação Educacional. Vol. 2, n.º 1 (1989), p.17-21.

• BLOCH, Marc – Introdução à história. 3ª ed. Mem Martins, Publicações Europa-América, 1976.

• BONIFÁCIO, Maria de Fátima – “Liberalismo e Nacionalismo na primeira metade do século XIX.” «História» (Nova série). Lisboa, Publicultura S.A. Ano 20, 3 (1998), 30-35.

• BRAUDEL, Fernand – História e ciências sociais. Lisboa, Editorial Presença, 1972.

• CARPENTIER, Jean ; LEBRUN, François – História da Europa. Lisboa, Editorial Estampa, 1993.

• CARVALHO, Maria Manuela – “Ensino da História e ideologia imperial.” «História». (Nova série). Lisboa, Edipress/Projornal. 34 (1997), p.14-23.

• CARVALHO, Rómulo de – História do Ensino em Portugal. Lisboa, Fundação Calouste Gulbenkian, 1985.

• COLLINGWOOD, R. G. – A ideia da história. Lisboa, Editorial Presença, 1972.

• COLLINGWOOD, R. G. – A ideia da história. 2ª ed. Lisboa, Editorial Presença, 1981.

• COSTER, Michel de; BAWIN-LEGROS, Bernadette – Introdução à sociologia. Lisboa, Editorial Estampa, 1998.

•CRESPI, Franco – Manual de sociologia da cultura. Lisboa, Editorial Estampa, 1997.

• CRUZ, Manuel Braga da – “Itegralismo Lusitano e as origens do salazarismo.” «Análise Social». Lisboa, Instituto de Ciências Sociais. Vol. 18 n.º 70. (1982), p.137-182.

• DELANNOI, Gil [et al.] - Théories du nationalisme, nation, nationalité, ethnicité. Paris, Ed. Kimé, 1991.

• DELMAS, Claude – A guerra revolucionária. Mem Martins, Publicações Europa-América, 1975.

• DREYFUS, François-George , MARX, Roland e POIDEVIN, Raymond – História Geral da Europa 3. Mem Martins: Publicações Europa-América, 1996.

• EGAN, Kieran - Accumulating history in history and theory. Weesleyan, University Press, 1983.

• FEBVRE, Lucien – Combates pela história. Lisboa, Editorial Presença, 1985.

• FÉLIX, N. ; ROLDÃO, M. C. – Dimensões formativas de disciplinas do ensino básico: história. Lisboa, Instituto Inovação Educacional, 1996.

• FERNÁNDEZ-ARMESTO, Felipe – Milénio. A História dos últimos 1000 anos. Lisboa, Editorial Presença, 1996.

• FERRO, Marc – História das Colonizações; Das conquistas às independências – séculos XIII-XX. Lisboa, Editorial Presença, 1996.

• FONTANA, J. - La Historia después del fin de la Historia. Barcelona, Crítica, 1992.

• FOULCAULT, Michel – As palavras e as coisas. Lisboa, Edições 70, 1998.

• FREITAS, Gustavo de – Vocabulário de História. Lisboa, Plátano Editora, 1982.

• GELLNER, Ernest – Nações e nacionalismo. Lisboa, Gradiva, 1993.

• GILSON, Etienne – A cultura e a sociedade de massa. Lisboa, Moraes Editores, 1970.

• GODECHOT, Jacques – La grande nation. L'expansion révolutionnaire de la France dans de monde de 1789 à 1799. Paris, Aubier, 1956.

• GODECHOT, Jacques – Les revolutions. Paris, Press Universitaires de France, Nouvelle Clio, 1970.

• GRAMSCI, António – Concepção Dialéctica da História. Rio de Janeiro, Editora Civilização Brasileira, 1966.

• GREENFELD, Liah – Nacionalismo. Cinco Caminhos para a Modernidade. Mem Martins, Publicações Europa-América, 1998.

• HALÉVY, Élie – História do socialismo europeu. Amadora, Livraria Bertrand, 1975.

• HALL, John ; IKENBERRY, G. J. – O estado. Lisboa, Editorial Estampa, 1990.

• HAZARD, Paul – O Pensamento Europeu no século XVIII de Montesquieu a Lessing. Lisboa, Presença, 1983.

• HEERS, Jacques – O Mundo Medieval. Lisboa, Edições Ática, 1976.

• HERMET, Guy – História das Nações e do Nacionalismo na Europa. Lisboa, Editorial Presença, 1996.

• HOBSBAWM, Eric – Mass producing tradition: Europe 1870-1914. Cambridge, Cambridge University Press, 1983.

• HOBSBAWM, Eric – Nations and Nationalism since 1780. Cambridge Cambridge University Press, 1990.

• HOBSBAWM, Eric – A era dos extremos. Lisboa, Editorial Presença, 1996.

• HOETZSCH, Otto – A evolução da Rússia. Lisboa, Editorial Verbo, s.d.

• KEDOURIE, Elie - Nationalism. 4ª ed. Oxford, B. Blackwell, 1993.

• KHON, Hans – História do Nacionalismo. México, Fondo de Cultura Económica, 1987.

• KOTEK, Joel – “O nacionalismo flamengo”. «Les nationalismes.» Bruxelles, Ed. Jacques Lemaire, Université de Bruxelles, 1994.

• LE GOFF, Jacques dir. – La nouvelle histoire. Paris, CEPL, 1978.

• LEVI STRAUSS, Claude – Raça e história. Lisboa, Editorial Presença, 1975.

• LIOBERA, Joseph R. – The god of modernity, the development of nationalism in Western Europe. London, University College London, 1994.

• LIVRAGA, Jorge Angel – Os grandes mitos do século XX. 1ª ed. Lisboa, Edições Nova Acrópole, 1992.

• LORENZ, Konrad – Os oito pecados mortais da civilização. Lisboa: Litoral Edições, 1992.

• MACHADO, Artur da Rocha – O poder da estrutura individual à construção mediática. Lisboa: ISCSP, 1994. Tese de mestrado.

• MARROU, H.J. – Do conhecimento histórico. Lisboa, Editorial Aster, 1974.

• MASTERMAN, L. - L'éducation aux medias dans l'Europe des annés 90. Strasbourg, Conseil de L'Europe, 1994.

• MATTOSO, José, dir. – História de Portugal. Lisboa, Ed. Estampa, 1993. Vol 1.

• MENDES, José M. Amado – A História como ciência. Fontes, metodologia e teorização. 3ªEd. Coimbra, Coimbra Editora, 1993.

• MOLINERO, Clare Mar; SMITH, Angel - Nationalism and the nation in the Iberian Peninsula, Competing and conflicting identities. Southampton: Southampton University, 1996.

• MORIN, Edgar – Cultura de massas no século XX, o espírito do tempo, I-neurose. 5ª ed. Rio de Janeiro, Forense Universitária, 1981.

• MORIN, Edgar – Penser l’Europe. Paris, Gallimard, 1987.

• NÉRÉ, Jacques – História Universal, o mundo contemporâneo. Lisboa, Círculo de Leitores, 1977.

• OPITZ, Alfred – A sociedade e cultura alemãs. Lisboa, Universidade Aberta, 1999.

• ORTEGA Y GASSET, J. – A rebelião das massas. Lisboa, Relógio d'Água editores, 1989.

• PEARSON, Raymond – The Longman Companions to European Nactionalism. London, Longman, 1994.

• PIJOAN, José – História do Mundo. Mem Martins, Publicações Europa-América, 1973. Vol.7 e 8.

• PIMENTEL, Irene Flunser – “Em torno do nacionalismo”. «História» (Nova série). Lisboa, Edipress/Projornal. 2 (1994), p.54-60.

• PROENÇA, Maria Cândida – “Cem anos de ensino da História.” «História» (Nova série). Lisboa,

Edipress/Projornal. 11/12 (1995), p.6-11.

• REX, John – Raça e etnia. Lisboa, Editorial Estampa, 1988.

• ROLDÃO, Maria do Céu - Gostar de história. Um desafio pedagógico. 3ª ed. Lisboa, Texto editora, 1991.

• RUBERT de Ventós, Xavier – Nacionalismos, El laberinto de la identidad. Barcelona, Espasa-Calpe, 1994.

• SALMON, Pierre – História e crítica. Coimbra, Liv. Almedina, 1979.

• SMITH, Anthony – National Identity. London, Penguin books, 1991.

• TEICH, Mikulás [et al.] – The national question in Europe in historical context. Cambridge, University Press, 1993.

• THEIMER, Walter – História das ideias políticas. Lisboa, Círculo dos Leitores, 1977.

• TODOROV, T. - Nous et les autres- La réflexion francaise sur la diversité humaine. Paris, Seuil, 1989.

• TORGAL, Luis Reis – História e ideologia. Coimbra, Minerva Histórica 3, 1989.

• TORRES, José Veiga – Introdução à história económica e social da Europa. Coimbra, Livraria

Almedina, 1989.

• TOUCHARD, Jean – História das Ideias Políticas. Da revolução Americana ao marxismo. Vol. III.

Mem Martins, Publicações Europa-América, 1991.

• TREVOR-ROPER, Hugh – A formação da Europa Cristã. Lisboa, Editorial Verbo, s.d.

• VARA BRANCO, Alberto Manuel – O Contributo dos Mass Media no Ensino da História: uma investigação no âmbito da formação dos conceitos de Nacionalismo e Revolução. Lisboa, Instituto de Inovação Educacional, 2002.

• VOVELLE, Michel – O Homem do Iluminismo. Lisboa, Editorial Presença, 1997.

• VRYONIS, Speros – Bizâncio e Europa. Lisboa, Editorial Verbo, s.d.

• WOLTON, Comunique – Elogio do grande público. Porto, Edições ASA, 1994.

Published
2016-02-04
Section
Articles