Marketing e comunicação: inovação conceptual na gestão de serviços de saúde

  • Olivério de Paiva Ribeiro

Abstract

A função de Marketing & Comunicação (M&C) é uma realidade cada vez mais institucionalizada nos serviços de saúde, a qual, sendo uma inovação na gestão das Instituições, não questiona quem gere, mas faz questionar quem é gerido, atendendo ao seu enquadramento e forma de intervenção. 

Sendo certa a função definida no sentido de apoiar a alteração de comportamentos (utentes e profissionais), esta nem sempre é exercida da forma mais conveniente ou adequada, por força das próprias pessoas inerentes à função, cuja escolha ou afectação, nem sempre reúne as qualificações desejadas, assumindo ainda assim poderes que lhe são delegados, os quais superam e ultrapassam competências, interferindo na organização de outros grupos profissionais, criando mal-estar a nível interno das instituições de saúde.
Neste sentido, e atendendo à inovação desta função nas instituições, parece ainda não estar compreendida a função por parte de alguns responsáveis da área, as funções e o interesse da sua existência.
Pretende-se pois com este ensaio fazer uma análise e enquadramento da realidade actual, relativamente à política de saúde e sua evolução, procurando enquadrar a função M&C, face às inovações implementadas em termos de políticas de saúde noutros países, procurando a sua divulgação e integração, bem como em relação aos constrangimentos e problemas vividos no nosso contexto actual.

References

BUSSCHE, Hendrik e KILBINGER, Claudia “La Medicine generale en France et en Allemagne: Situation actuelle et tendances futures”. Unité de Recherche sur les Soins Primaires et les Systèmes de Santé, Faculté de Médecine, Université de Hambourg. 2001.

HARRISON, Michael I. e CALLTORP, Johan. “The reorientation of market-oriented reforms in Swedish health-care”. Health Policy. 2000:50, 219-240.

HIFFE, Steve. “ The National plan for Britain’s National Health Service: Toward a managed market”. International Journal of Health Service, 2001: Vol. 31, nº 1, 105-110.

MOSSIALOS, E. “Citizens view on health systems in the 15 Member states of the European Union”. Health Economics. 1997: Vol. 6, 109-16.

PORTUGAL Ministério da Saúde - “ O Hospital Português”. Lisboa: Direcção Geral da Saúde. 1998.

PORTUGAL Ministério da Saúde – “Saúde: um compromisso. A estratégia de saúde para o virar do século 1998-2002”. Ministério da Saúde. 1999. Relatório da Primavera. “Conhecer os caminhos da saúde”. Observatório Português dos Sistemas de Saúde. 2001.

Published
2016-02-15
Section
Articles