Analysis of social relations between falstaff and female characters in plays of William Shakespeare

  • Daniele Gallindo Gonçalves Silva
  • Dóris Helena da Silva Giacomolli
Keywords: William Shakespeare, relationships, femininity, sexuality, exploitation

Abstract

This work intends to analyse and discuss the nature of the character Sir John Falstaff, and how he handles his relationships with representations of the feminine around him, his attitudes towards women and towards honor and his concern about his body.

References

• Biet, Christian (2013). Confusão de gêneros e experiência teatral. In: Alain Courbin et al. História da virilidade 1: A invenção da virilidade – Da Antiguidade às Luzes. Petrópolis: Vozes, 2013, pp. 371-416.

• Bloom, Harold (2004). Sir John Falstaff. Broomall, Chelsea House. (Bloom’s Major Literary Characters).

• Connel, Robert W. & Messerschmidt, James W. (2013). Hegemonic Masculinity: Rethinking the Concept. Gender & Society, Thousand Oaks, v. 19, n. 6, Dec. 2013. pp. 829-859.

• Butler, Judith (2003). Problemas de gênero: feminismo e subversão da identidade. Tradução de Renato Aguiar. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira.

• Butler, Judith (1986). Sex and Gender in Beauvoir´s Second Sex. In: Yale French Studies, Simone de Beauvoir: Witness to a Century, nº 72, pp. 35-49. Disponível em <https://mairakubik.files.wordpress.com/2012/06/51042202-judith-butler-sobre-el-segundo-sexo-de-simone-de-beauvoir.pdf>. Acessado em 24.03.2016.

• Jurkevics, Vera Irene (2010). Virgem maria: paradigma da superioridade espiritual feminina. Disponível em: <http://www.fazendogenero.ufsc.br/9/resources/anais/1276543954_ARQUIVO_VIRGEMMARIAParadigmadasuperioridadeespiritualfem

• Ribeiro, Silvana Mota (2000). Ser Eva e dever ser Maria: paradigmas do feminino no Cristianismo. Disponível em: <http://repositorium.sdum.uminho.pt/bitstream/1822/5357/1/MotaRibeiroS_EvaMaria_00.pdf>. Acesso em dezembro de 2013.

• Sartre, Maurice (2013). Virilidades gregas. In: Alain Courbin, et al. História da virilidade 1: A invenção da virilidade – Da Antiguidade às Luzes. Petrópolis: Vozes.

• Shakespeare, William (1995). As alegres comadres de Windsor. In: William Shakespeare. Obra Completa. Vol. 2: Comédias e peças finais. Tradução F. Carlos de Almeida Cunha Medeiros e Oscar Mendes. Rio de Janeiro: Nova Aguilar, Pp. 67-135. Tradução de: The Merry Wives of Windsor. 1969. 3 v.

• Shakespeare, William (1995). Primeira Parte do Rei Henrique IV. In: William Shakespeare. Obra Completa.Vol. 3: Dramas históricos, obras líricas, apêndice. Tradução F. Carlos de Almeida Cunha Medeiros e Oscar Mendes. Pp. 139-209. Tradução de: The First Part of Henry the Fourth (1969).

• Shakespeare, William (1995). Segunda Parte do Rei Henrique IV. In: William Shakespeare. Obra Completa.Vol. 3: Dramas Históricos, Obras Líricas, Apêndice. Tradução F. Carlos de Almeida Cunha Medeiros e Oscar Mendes. Rio de Janeiro: Nova Aguilar. Pp. 211-288.Tradução de: The Second Part of Henry the Fourth (1969).

• Thuillier, Jean-Paul (2013). Virilidades romanas: vir, virilitas, virtus. In: Alain Courbin et al. (2013). História da virilidade 1: A invenção da virilidade – Da Antiguidade às Luzes. Petrópolis: Vozes. Pp. 71-124.

• Wilson, J. Dover (2004). The fortunes of Falstaff. Cambridge: CUP.

Published
2016-07-04
Section
Articles