COVID-19, isolamento social das pessoas idosas, construção de significados pelos estudantes com

Autores

DOI:

https://doi.org/10.25746/ruiips.v9.i1.24841

Palavras-chave:

Estudantes de enfermagem, Isolamento social, Pandemia COVID-19, Pessoas idosas, Sócio-crítica.

Resumo

Introdução: Neste ensaio abordam-se os relatos das experiências de pessoas com mais de 80 anos em isolamento social decorrente da atual situação de pandemia da COVID-19, em dialética os relatos das estudantes de enfermagem, que em ensino clínico prestam cuidados a pessoas idosas e que também viveram a experiência de isolamento. Objetivo: Analisar se a vivência de isolamento físico e social por parte dos estudantes, contribui para expandir a sua sensibilização e capacitação para o cuidado de enfermagem humanista. Material e métodos: Recolha de dados através de entrevistas. Enquadrou-se este fenómeno sob o ponto de vista da socio-crítica que valoriza o pensamento crítico, a racionalidade comunicativa e possibilidade de dialética entre as experiências dos atores sociais no cuidado de enfermagem. Resultados: A vivência dos estudantes da situação de isolamento despoletou-lhes necessidades humanas próprias, que à luz da presença terapêutica de enfermagem lhes permite assegurar cuidados humanistas às pessoas idosas

Downloads

Publicado

2021-06-21