INTERVENÇÕES DE ENFERMAGEM COM ADOLESCENTES CONSUMIDORES DE SUBSTÂNCIAS ILÍCITAS EM ENSINO BÁSICO E SECUNDÁRIO. UMA SOPING REVIEW

Autores

  • Cheila Inácio Instituto Politécnico de Santarém
  • Cristiano Duarte Instituto Politécnico de Santarém
  • Diogo Policarpo Instituto Politécnico de Santarém
  • Diogo Leite Instituto Politécnico de Santarém
  • Sara Romano Instituto Politécnico de Santarém
  • Tiago Policarpo Instituto Politécnico de Santarém
  • José Amendoeira Instituto Politécnico de Santarém http://orcid.org/0000-0002-4464-8517
  • Mário Silva Instituto Politécnico de Santarém http://orcid.org/0000-0002-2434-4356
  • Regina Ferreira Instituto Politécnico de Santarém http://orcid.org/0000-0002-4300-3274

DOI:

https://doi.org/10.25746/ruiips.v9.i1.24842

Palavras-chave:

adolescente, consumo de drogas, enfermagem, família

Resumo

A adolescência é um período de experiências, onde o adolescente pode desenvolver comportamentos de risco na procura de novas experiências. Pretendeu-se identificar as intervenções de enfermagem implementadas com adolescentes consumidores de substâncias ilícitas em ensino básico e secundário.  Desenvolvlveu-se uma “Scoping Review”. A pesquisa foi realizada na base de dados “Pubmed”. Validadas as palavras-chave como descritores “MeSH”, definidos os critérios de inclusão. Salienta-se o facto das fontes de informação primárias dos jovens, serem a família e os amigos. Relevamos a influência que a família, a escola, nutrição, estilo de vida, cultura, acesso a serviços de apoio, têm aquando do desenvolvimento de hábitos não saudáveis. Neste âmbito, as intervenções com estes jovens devem ser, não apenas direcionados aos mesmos, mas também a toda a família, sendo o papel dos pais essencial no que toca à iniciação, frequência e cessação de consumos.     

Downloads

Publicado

2021-06-21