GOVERNANÇA COMO MODELO DE GESTÃO DOS TERRITÓRIOS: UM OLHAR SOBRE O DOURO VINHATEIRO

  • Rita Alcântara UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DE PERNAMBUCO - UFRPE
Palavras-chave: Governança, Instituições, Políticas Públicas, Economia do Vinho, Organização do Espaço.

Resumo

A Região Demarcada do Douro, em Portugal, é considerada uma das mais antigas do mundo na regulamentação do negócio do vinho. O objetivo deste trabalho é analisar a Região do Douro na perspectiva da governança e dos agentes e a (des)articulação de poderes que organizam o espaço. No marco teórico, aprofunda-se o entendimento sobre governança e se estabelece diálogo com a abordagem institucionalista, por meio das políticas públicas portuguesas específicas para o setor, mediante o suporte de levantamentos bibliográficos, entrevistas e pesquisas de campo. Conclui-se que, no processo de gestão do Douro produtor de vinhos, o modelo de governança não ocorre em sua plenitude, uma vez que dele participam apenas dois atores: o Estado e o setor privado.

Biografia do Autor

Rita Alcântara, UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DE PERNAMBUCO - UFRPE

CGEÓGRAFA, PROFESSORA ASSOCIADA DA UFRPE. CONCLUIU EM 2015 O ESTÁGIO DE PÓS DOUTORAMENTO NA FLUP, UNIVERSIDADE DO PORTO, PORTUGAL

ÁREAS DE PESQUISA: DESENVOLVIMENTO REGIONAL, SÓCIOECONOMIA, GEOGRAFIA POLÍTICA E PRODUÇÃO DO ESPAÇO.

Publicado
2018-01-08
Secção
Artigos