ESTUDANTES BRASILEIROS NO ENSINO SUPERIOR PORTUGUÊS: CONSTRUÇÃO DO PROJETO MIGRATÓRIO E INTENÇÕES DE MOBILIDADE FUTURA

  • Juliana Chatti Iorio IGOT - Instituto de Geografia e Ordenamento do Território/ CEG - Centro de Estudos Geográficos/ ULisboa - Universidade de Lisboa. http://orcid.org/0000-0003-3606-2492
  • Maria Lucinda Fonseca IGOT - Instituto de Geografia e Ordenamento do Território/ CEG - Centro de Estudos Geográficos/ ULisboa - Universidade de Lisboa http://orcid.org/0000-0002-8867-8910
Palavras-chave: Mobilidade Internacional de Estudantes, Brasil, Portugal

Resumo

O Brasil é, desde 2008/2009, o país estrangeiro com o maior número de alunos inscritos no ensino superior português, representando atualmente mais de ¼ do total dos estudantes internacionais. Neste artigo procuraremos discutir as causas desse fenómeno, tendo em conta os efeitos combinados das condições macroestruturais, de natureza política e económica, bem como as estratégias de internacionalização das instituições universitárias e as motivações individuais e familiares dos estudantes. O estudo baseia-se em informação disponível em fontes secundárias e nos resultados de um inquérito online, para além de entrevistas efetuadas aos estudantes universitários brasileiros que residem, ou já residiram em Portugal, e a alguns dirigentes de instituições de ensino superior.

Biografias do Autor

Juliana Chatti Iorio, IGOT - Instituto de Geografia e Ordenamento do Território/ CEG - Centro de Estudos Geográficos/ ULisboa - Universidade de Lisboa.
Juliana Iorio nasceu a 13 de maio de 1974, em Campinas/ São Paulo/ Brasil.
É graduada em Comunicação Social – Jornalismo pela Pontifícia Universidade Católica de Campinas/ São Paulo/ Brasil, e actuou como Jornalista até 2011, quando começou a trabalhar como Investigadora Científica para o Projecto THEMIS – Theorizing the Evolution of European Migration Systems – um projecto internacional que teve como parceiro em Portugal o Instituto de Geografia e Ordenamento do Território da Universidade de Lisboa.
Concluiu o Mestrado em Comunicação e Indústrias Culturais, pela Universidade Católica de Lisboa em 2005, e uma especialização em Estudos Avançados em Comunicação – Media e Jornalismo – pela Universidade Nova de Lisboa, em 2011. Trabalhou como jornalista, entre 2005 e 2009, para o Alto-Comissariado para a Imigração e o Diálogo Intercultural (Antigo ACIDI, actual ACM – Alto Comissariado para as Migrações) em Portugal, e como jornalista freelancer para diversos órgãos de comunicação no Brasil e em Portugal, sendo membro da Associação para a Imprensa Estrangeira em Portugal (AIEP).
Vive desde 2001 em Portugal tendo, neste momento, nacionalidade brasileira e portuguesa.
Está a tirar o seu doutoramento em Migrações, sobre as Trajectórias de Mobilidade Estudantil: estudantes brasileiros no ensino superior em Portugal, sob a orientação da Prof. Maria Lucinda Fonseca e co-orientação de Sónia Pereira, e com financiamento da Fundação para a Ciência e a Tecnologia (FCT), em Portugal.
Maria Lucinda Fonseca, IGOT - Instituto de Geografia e Ordenamento do Território/ CEG - Centro de Estudos Geográficos/ ULisboa - Universidade de Lisboa
Maria Lucinda Fonseca is graduated in Geography and holds a PhD in Human Geography from the University of Lisbon (1989). She is currently Full Professor of Human Geography and Migration Studies and Dean of the Institute of Geography and Spatial Planning (IGOT). She is also the coordinator of the Research Unit MIGRARE – Migration, Spaces and Societies at CEG.
Publicado
2018-12-31
Secção
Artigos