Consumactor: da condição do indivíduo na cidade pós-moderna

  • Herculano Cachinho

Resumo

Neste pequeno ensaio sobre o consumidor na cidade pós-modernadesenvolveram-se essencialmente três ideias. Em primeiro lugar, procurou demonstrar-se que a metrópole contemporânea se pode caracterizar, essencialmente, comoum centro de consumo. Consumo que é elevado ao estatuto de espectáculo pelosdiferentes actores urbanos. Enquanto centro de consumo, a metrópole pós-modernaalimenta-se de dois tipos de paisagens: a cityscape, o ambiente construído ou a arquitectura física da cidade, e a mindscape, as paisagens interiores, ou da alma, produtoda espacialidade das práticas quotidianas. As primeiras fornecem os palcos e os cená-rios necessários à representação dos consumidores, as segundas escrevem os textosque servem de guião à representação.Em segundo lugar, defendeu-se a ideia que na sociedade urbana pós-moderna,os consumidores se tornaram, simultaneamente, espectadores e actores. Conjugandoa faceta de flâneur, de viajante contemplativo, com a de persona implicada na representação e nas experiências de consumo, transformaram-se na figura de consumactores. Para se poder captar esta multidimensionalidade do consumidor pós-moderno,sugere-se o abandono da tradicional segmentação em múltiplos nichos de mercado,e que passemos a ver o indivíduo de forma integrada, respeitando a sua complexaestrutura bio-psico-social, que faz dele uma pessoa.Por último, defende-se também que para captar o espírito do consumactor precisamos de investigá-lo no seu  habitat. Nómada de espírito, pela sua condição deviajante contemplativo, empenhado em obter prazer estético na experiência superficial das intensidades e no fluxo das imagens, o consumactor transita, deambula, passeia-se por múltiplos palcos, mas nutre especial simpatia pelos centros comerciais.Feitos de simulações, arranjos cenográficos, jogos  de sedução e possibilidades, oscentros comerciais criam a ambiance ideal para a comunicação tribal, o espectáculoe a representação. Aos olhos do consumactor nenhum outro lugar na cidade parececonseguir sublimar melhor a sua actuação, razão pela qual fazem destes morada,lugar de encontro e de celebração.
Secção
Artigos