TRANSFERÊNCIA DE CONHECIMENTO NAS ACTIVIDADES CULTURAIS E CRIATIVAS: NOTAS COMPARATIVAS DAS REGIÕES DO ESPAÇO ATLÂNTICO

  • Rodrigo Nicolau Almeida DINAMIA'CET - ISCTE-IUL
  • Ana Rita Cruz ISCTE-IUL
  • Pedro Costa ISCTE-IUL
  • Maria Assunção Gato ISCTE-IUL
  • Margarida Perestrelo ISCTE-IUL

Resumo

No final do século XX, a importância da “terceira missão” das Instituições de Ensino Superior (IES), de cariz socioeconómico, levou à promoção de diversos mecanismos de transferência de conhecimento em termos políticos e institucionais. Não obstante, muitos destes mecanismos foram desenhados para indústrias que não partilham as especificidades das actividades culturais e criativas (ACC). Este trabalho resulta de um projecto transnacional – 4H-CREAT – que visa analisar de que forma se pode estimular a relação das actividades culturais e criativas com os restantes actores políticos, institucionais e sociais (IES, decisores políticos e sociedade civil). Este artigo procura explorar as formas de transferência de conhecimento nas quais o sector cultural e criativo pode estar envolvido com as IES, focando as sete regiões participantes do projecto 4H-CREAT (Área Metropolitana de Lisboa, Andaluzia, Avilès, Bretagne, Pays de la Loire Southern and Eastern Ireland, Southwest Scotland). Para isso procedeu-se a uma revisão de literatura sobre a inovação e transferência de conhecimento nas ACC, bem como à análise estatística, entre 2012 e 2015, e à leitura de vários enquadramentos institucionais e políticos acerca deste sector nas várias regiões, entre 2000 e 2017. Um dos objectivos é chegar a medidas concretas passíveis de aplicação pelas IES – promover colaboração no desenvolvimento de currículos, fomentar espaços de discussão, vocacionar o ensino para as práticas profissionais das ACC, entre outras. Apesar do grau de generalidade de tais linhas, considera-se que estas podem contribuir para um debate importante acerca das múltiplas formas passíveis de gerar valor com as actividades culturais e criativas e o modelo de envolvimento dos actores com as IES.

Publicado
2020-05-28
Edição
Secção
Artigos