Leituras Geográficas da COVID-19

Autores

  • Margarida Queirós CEG-IGOT-ULisboa
  • Mário Vale CEG-IGOT-ULisboa

DOI:

https://doi.org/10.18055/Finis21847

Resumo

Vivemos um momento único na história das nossas vidas. O vírus que provocou esta pandemia não é certamente o pior que a humanidade enfrentou, apesar da complexidade da crise que gerou e da rutura socioeconómica sem precedentes que está a causar, em todas as escalas do planeta. Os danos nas economias locais e cadeias globais de fornecimento são incalculáveis, afetando a segurança e a qualidade de vida, entre tantos outros aspetos da nossa existência. Para milhares de pessoas, a vida nunca mais será a mesma (Couclelis, 2020).
Como toda a atividade económica, social, cultural e política, também a investigação científica foi profundamente afetada pela atual pandemia da COVID-19. Esta emergência obrigou a comunidade científica a encontrar novas formas, nem sempre as mais eficazes, de trabalhar e de continuar a produzir e disseminar conhecimento, desde logo sobre a própria doença, a sua natureza, difusão, efeitos e consequências.

No caso do Centro de Estudos Geográficos, além das atividades específicas dos seus diversos grupos de trabalho, foram empreendidas duas importantes iniciativas gerais, de certa forma complementares, de resposta ao quadro pandémico.

(+)

Publicado

2020-12-18