MEDIAÇÃO INTERCULTURAL EM CONTEXTOS DE CUIDADOS DE SAÚDE – Projeto MEiOS

  • Alcinda Reis Instituto Politécnico de Santarém
  • Ana Spínola Instituto Politécnico de Santarém
  • Cláudia Chaves Instituto Politécnico de Viseu
  • Conceição Santiago Instituto Politécnico de Santarém
  • Emília Coutinho Instituto Politécnico de Viseu
  • Neila Karimo ACM I.P, Portugal
  • Teresa Dénis IPL
Palavras-chave: cuidados de saúde, mediação intercultural, migrantes, multiculturalidade

Resumo

A necessidade de se considerarem especificidades étnicas e culturais, para além da barreira da língua nos cuidados com as pessoas migrantes, é hoje uma realidade para os profissionais nos contextos de cuidados de saúde. Visando o suprimento destas necessidades para profissionais e migrantes, o Alto Comissariado para as Migrações desenvolveu em Portugal (2009-2012) o Projeto de Mediação Intercultural em Serviços Públicos, colocando mediadores interculturais nos contextos: profissionais que intervêm na resolução de tensões. Em 2015 é criada a Rede de Ensino Superior em Mediação Intercultural e o grupo temático da Saúde: propõe-se o desenvolvimento de um estudo de desenho indutivo com orientação etnometodológica, para identificação de resultados de Mediação Intercultural em Serviços Públicos. Pretende-se evidenciar os resultados obtidos no projeto, de acordo com a etapa do estudo desenvolvida. Conclui-se da importância da inclusão de mediadores e do potencial de desenvolvimento da sua atividade nas equipas em contextos multiculturais de cuidados.

Publicado
2020-04-11