INTERVENÇÕES DE ENFERMAGEM QUE CAPACITAM O CUIDADOR INFORMAL DA PESSOA COM AFASIA EM CONTEXTO DOMICILIÁRIO: UMA SCOPING REVIEW

  • Eduardo Gil Instituto Politécnico de Santarém
  • Lúcia Faria Instituto Politécnico de Santarém
  • Sandra Bispo Instituto Politécnico de Santarém
  • Tiago Barbosa Instituto Politécnico de Santarém
  • Maria do Carmo Figueiredo Instituto Politécnico de Santarém, Investigadora da UIIPS, Unidade de Monitorização de Indicadores em Saúde, Portugal
Palavras-chave: Afasia, Cuidados Domiciliários, Cuidadores Informais, Enfermagem

Resumo

Comunicar é inato ao homem, a afasia torna-se um problema para a pessoa, família e cuidadores informais. Entende-se afasia como o distúrbio que afeta todos os aspetos da linguagem. O cuidador informal e o enfermeiro, têm um papel preponderante na autonomia da pessoa com afasia minimizando angústia e limitações. Desenvolveu-se uma Scoping Review com a questão: Que intervenções de enfermagem capacitam o cuidador informal da pessoa com afasia em contexto domiciliário? A pesquisa foi realizada com descritores MeSH, conjugando a estratégia de pesquisa Nurs* AND afasia OR homenursing AND caregivers. O processo de seleção dos estudos desenvolveu-se de acordo com o PRISMA 2009 Flow Diagram, garantindo a qualidade metodológica dos mesmos, evidenciando-se o papel do enfermeiro como prestador de cuidados e gestor de caso, na sua vertente de team-leader e mediador, criando uma rede de cuidados adequados às necessidades individuais, moldada por valores compartilhados entre a equipa, pessoa e família.

Publicado
2020-04-11